ACATS se alia à campanha do Governo do Estado contra uso de drogas

A campanha do Governo do Estado contra o uso de drogas ganhou um importante aliado na tarde desta quinta-feira, 8. O presidente da Associação Catarinense de Supermercados (Acats), Atanázio dos Santos Netto, e o governador Raimundo Colombo assinaram, no Centro Administrativo, em Florianópolis, um termo de cooperação técnica para promover uma série de iniciativas ligadas à campanha "Drogas. Não dá mais pra aceitar" junto aos 700 supermercados associados.

"A campanha de combate às drogas tem que ser de todos nós. O Governo tem que fazer uma parte muito importante, mas as instituições e as famílias podem ajudar. A Acats, através de suas lojas, irá nos auxiliar a conscientizar as pessoas e a divulgar ações contra esse grande mal que são as drogas”, afirmou Colombo.

A intenção da entidade é dar visibilidade à campanha através de suas lojas físicas, com materiais impressos, sacolas plásticas, mensagens e tablóides de ofertas de produtos, e no ambiente virtual, por meio das redes sociais. O presidente da Acats reforçou que a ação também deve englobar o público interno, por meio de palestras sobre o tema para os funcionários.

"É um projeto muito importante. Nosso desafio é fazer com que todos os associados se engajem e usem todas as alternativas possíveis. Entendemos que por toda a população passar por supermercados temos condições de dar uma contribuição decisiva para o projeto”, disse Atanázio dos Santos Netto. As ações da Acats devem ser promovidas por um ano e estarão visíveis aos clientes em breve.

Para o secretário de Estado da Comunicação, Walter Bier, a assinatura do termo de cooperação deve ser comemorado: “Este foi um grande objetivo que a gente atingiu. Quando ganhamos apoio de uma associação como a Acats, com lojas por onde passam 2,6 milhões catarinenses por mês, a gente conseguirá mobilizar a sociedade”.

A campanha "Drogas. Não dá mais pra aceitar" é uma iniciativa do Governo do Estado que reúne um conjunto de ações multissetoriais para sensibilizar a sociedade e mostra que o uso de drogas não traz prejuízos apenas ao usuário, mas a todo o núcleo social em que ele está inserido.
De acordo com dados da secretaria de Estado da Segurança Pública, a cada 10 casos de violência registrados em Santa Catarina, sete estão relacionados a drogas ilícitas. Isso impacta diretamente a população. Em outros setores, não é diferente. Entre a população carcerária, por exemplo, 42,1% dos presos são por tráfico. O índice é maior que o de roubo (16,9%), furto qualificado (13,2%), homicídio (12,6%), furto simples (9,6%) e latrocínio (4%).

Além da mobilização junto aos seus associados, a Acats estará inserindo a logomarca oficial da campanha em todos os materiais de comunicação e nos seus seus eventos.

A audiência contou com a participação do Presidente da Associação Catanense de Supermercados (Acats), Atanázio dos Santos Netto, do Presidente do Conselho Deliberativo da entidade, Adriano Manoel dos Santos, dos Vice Presidentes Delamar Silva Filho, Libardoni Fronza e Lucio Matos e do Diretor Executivo Antonio Carlos Poletini. Acompanhou a visita o deputado Darci de Matos.

Arquivos para download

 

Fotos: Julio Cavalheiro / Secom

Share

Calendário

sitemap